segunda-feira, agosto 11, 2008

Amor ..partida...saudade.

Vem a morte
Vai a sorte
Os sonhos dos mortais
E nessa vida ligeira
Tão passageira
Ficam os doces momentos
Fica a sombra de um passado
Um futuro ausente
O sonho que se foi
Com ele a esperança
Do amor que não viveu
O beijo, o abraço que não sentiu
O olhar que não se viu
Ficou no coração
A doce recordação
O som do violão
A cantiga guardada
Com muita emoção
Ficaram lembranças
Da felicidade, do riso e sorrisos
Ficou a saudade
Do amor que um dia existiu
E que pra sempre partiu!
**
*
S.M
***
Beijos carinhosos de sempre.

2 comentários:

  1. Este seu poema é fabuloso.
    Gostei, embora triste...
    E acho que dá para ser musicado e cantado. Ficaria lindo, tenho a certeza...

    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  2. Somente um amor verdadeiro resiste a tudo:) Lindo**
    Um beijinhos
    visita-me também em http://omeudinheiro.blogs.sapo.pt/

    ResponderExcluir

Bem vindos ao blog Cheiro de Perfume.
Obrigada pela presença e pelos comentários aqui deixados.

Um grande beijo!