quarta-feira, março 12, 2008

Distante Dos Olhos

"Por que é?
Que esta lágrima corre tão fria,
E o inverno já foi,
Porque é ?
Que esta noite os meninos da rua,
Não vejo brincar,
Não sei porque,
A alegria dos amigos de sempre,
Não me diverte mais,
E um me disse assim.
Distante dos olhos,
Aos poucos esqueces,
O amor que não dorme no teu coração,
Mas à quem eu mande,
Levar-te uma rosa,
Pergunta se estou me esquecendo de ti ?
Tão longe dos olhos,
Tão perto de mim,
Não há um caminho que não leve à ti.
E já sei,
Porque sempre esse amargo soluço,
Eu tento esconder,
Quando penso,
Que talvez alguém passa,
Te abraça e te fale de amor,
Também porque ?
Não consigo lembrar o sorriso,
Que existe em teu olhar,
Quando não estás aqui,
Distante dos olhos,
Aos poucos esqueces,
O amor que não dorme no teu coração,
Mas à quem eu mande,
Levar-te uma rosa,
Pergunta se estou me esquecendo de ti ?
Tão longe dos olhos,
Tão perto de mim,
Não há um caminho que não leve à ti.
Mas à quem eu mande,
Levar-te uma rosa,
Pergunta se estou me esquecendo de ti ?
Tão longe dos olhos,
Tão perto de mim,
Por todo o caminho eu vou te encontrar"....



(Moacir Franco)

Um comentário:

  1. Lindo seu blog.Gostaria de parceria de troca de links?
    Deixe seu recado no meu blog.
    http://erazen.blogspot.com
    Grata,
    Silvia

    ResponderExcluir

Bem vindos ao blog Cheiro de Perfume.
Obrigada pela presença e pelos comentários aqui deixados.

Um grande beijo!