quinta-feira, janeiro 31, 2008

Renascendo...

Renasço
Vou para caminhos onde o sol aponta
Contemplo o céu com o olhar sereno.
Sou dona de mim
Dos meus sentimentos
Mando em meu coração
Consigo transpor o tempo
E faço dele minha cura
Já não me iludo mais
Não sou anjo, mas...
Tenho asas, e posso voar,
Posso tocar o céu
Sentir o perfume que exala das flores
Beijar cada uma delas
E saber que minhas asas
Não vão machucá-las
Vôo por caminhos livres
E me torno egoísta
Porque sou minha, só minha...
E nem o sol nem o mar nem o céu
Irão me conquistar
Porque meu coração
Pertence a mim
E só me deixo levar
Se minha razão permitir
Sou livre
E vou voar sem pressa de chegar
E quando minhas asas cansarem
Vou procurar abrigo
Nas montanhas, ou no mar...
E lá quero ficar
Até sentir vontade de novamente
Amar!
*
S.A
**
Beijos carinhosos de sempre.

3 comentários:

  1. Proeza poética, essa sua de conseguir mendar em seu coração, seria uma ninfa ou uma ninfeta a dona desta quase canção??
    Muito curioso ser egoísta de si mesmo, creio que seja bem feliz aquele que conseguir fazer parte deste particular, os amores mais egoístas só são compartilhados verdadeiramente por aquele que nos ama.
    belo, bravo, beijos...

    ResponderExcluir
  2. Puxa!!!
    É sempre arriscar-se a rir ou chorar vir aqui. Mas,é sentir-se tocado.
    Linda você, soraya...

    Obrigada,

    Li

    ResponderExcluir
  3. Muito bonito:)
    A LUZ QUE TE DEIXO É DA COR DA MINHA VIDA:)

    ResponderExcluir

Bem vindos ao blog Cheiro de Perfume.
Obrigada pela presença e pelos comentários aqui deixados.

Um grande beijo!