quinta-feira, janeiro 31, 2008

Renascendo...

Renasço
Vou para caminhos onde o sol aponta
Contemplo o céu com o olhar sereno.
Sou dona de mim
Dos meus sentimentos
Mando em meu coração
Consigo transpor o tempo
E faço dele minha cura
Já não me iludo mais
Não sou anjo, mas...
Tenho asas, e posso voar,
Posso tocar o céu
Sentir o perfume que exala das flores
Beijar cada uma delas
E saber que minhas asas
Não vão machucá-las
Vôo por caminhos livres
E me torno egoísta
Porque sou minha, só minha...
E nem o sol nem o mar nem o céu
Irão me conquistar
Porque meu coração
Pertence a mim
E só me deixo levar
Se minha razão permitir
Sou livre
E vou voar sem pressa de chegar
E quando minhas asas cansarem
Vou procurar abrigo
Nas montanhas, ou no mar...
E lá quero ficar
Até sentir vontade de novamente
Amar!
*
S.A
**
Beijos carinhosos de sempre.

terça-feira, janeiro 29, 2008

Sonho distante!

Palavras jogadas ao vento
Quantas palavras...
Mentiras contadas às avessas
Quantas mentiras...
Sonhos desfeitos
Quantos sonhos...
Amor mal cuidado
Quanto amor...
Tempo perdido
Quanto tempo...
Horas que passam
Chuvas que insistem
Quanta chuva
Coração dolorido
Quanta dor...
Lembranças que machucam
Quantas lembranças...
No peito solidão
Quanta solidão
Mera ilusão
Quanta ilusão
Vida que passa devagar
Na areia o caminhar
Passos lentos
Vento no corpo a tocar
Olhar distante
Muito distante
Sem alegria
Tudo não passou de...
Sonhos!
Utopia!
*
S.A
**
Beijos carinhosos de sempre

quarta-feira, janeiro 23, 2008

Parte De Mim!

Venha, que eu te quero...
Voce é dono do meu corpo
Sabe mexer comigo
Leva-me a loucura
Sinto-me nas alturas
Faz de mim uma loba
Voraz, faminta...
A procura de seu abrigo...
Do seu abraço amigo
Do seu beijo que enfeitiça
Do seu fogo que atiça
Vem de novo pra mim
Quero-te meu
Fazendo-me sua
E no meio do cansaço
Deixa que embale teu sono
Que te faça dormir
Protejo-te com meu calor
Canto pra ti
Uma canção de amor
Quero sempre te ter
Porque tu és
Parte do meu ser!

S.A
*
Beijos carinhosos de sempre

sábado, janeiro 19, 2008

Devaneios...

Seu corpo cobriu o meu
Não éramos mais eu e você
Éramos únicos...
Apenas um
Sua boca a minha procura
Sua língua explorava
Cada canto de mim
E pude sentir seu hálito quente
Seu corpo ardente
Queimando minhas entranhas
Num ápice louco
Em gemidos e afagos
Suas mãos me tinham
E os corpos se remexiam
Os lençóis já todo embolado
Minhas unhas cravavam em você
Deixando as marcas do meu amor
E em mim suas marcas ficaram
Repousei-me em seu corpo
Abraçada em você
Seu coração batia forte
De encontro ao meu
Acordei de meus devaneios
E me vi sozinha
Perdida em pensamentos,
Sentindo ainda o gosto doce de sua boca
E o toque de sua mão no meu corpo
Ainda a me procurar
A me desejar!
Doces sonhos!
Doces momentos!
Que trouxeram você de novo
A me amar!

S.A
**
Beijos carinhosos de sempre

quinta-feira, janeiro 17, 2008

Urgente!

Preciso de um amor!
Urgente!
Um amor real
Que me pegue no colo
E olhe nos meus olhos
Que me faça sorrir
E que consiga sentir
Meu coração bater
Minha mão tremer
Que sinta
Meu corpo estremecer
Ao toque leve dos dedos
Que tenha sensibilidade
E sinta saudade
Ao ficar um tempo sem mim
E que volte correndo
E que me beije ofegante
E me tire do sério
E me tenha de todo jeito
E me abrace em seu leito
Que seja tímido
Ao falar que me ama
Mas que tenha brilho nos olhos
Quando essas palavras vir à tona
Não precisa ser poeta
Dizer palavras bonitas
Mas que seja ousado
Que ame sem medo
Que se entregue por inteiro
Que seja verdadeiro
Preciso de um amor
Urgente!
Que me faça entrar em órbita
Que me faça sentir amada
Desejada
Que dê o melhor de si
E tenha em troca o que há
De melhor em mim!
*
S.A
*
Beijos carinhosos de sempre

sábado, janeiro 12, 2008

Saudade!

Meus pensamentos voaram até a você
Fantasiei meus sonhos
Senti até seus beijos
E nos meus desejos
Quis ter seu corpo junto ao meu
Tocando-me de leve
Sentir suas mãos
Afagando meus cabelos
Fazendo-me dormir
Num doce sentir
Meus pensamentos fizeram-me sentir saudades
A saudade é desalinho
Dói no peito
Dói no leito
Faz-me perder o caminho
Perder a direção
As lembranças tocam meu coração
Fico sem lugar sem chão
E te busco no céu, no mar...
Na voz do meu cantar
No poema que tento rabiscar
No amor que invade o meu olhar!
*
S.A
**
Beijos carinhosos de sempre