sexta-feira, dezembro 21, 2007

Tempo Do Amor!

Vim de um tempo...
Em que o amor parecia ser mais sincero
Onde as pessoas não diziam, Eu te Amo;
Mas os sentimentos existiam verdadeiramente
Os olhares eram trocados
A química batia em cima da roupa
Era o coração, que fazia festa.
Havia a troca, a cumplicidade no olhar,
Nas palavras, no pequeno gesto de amor...
O sol não ardia na pele nesse tempo
A chuva não doía no corpo quando molhado
E o céu era mais azul
E naquele tempo o sorriso era espontâneo
As mãos se pegavam, e esse toque já dizia tudo.
O tempo passava devagar, as horas pareciam ser eternas,
E o som do sino era como música aos ouvidos
Era um tempo de sonhos
De acreditar que o amor era pra sempre
Foi o tempo da verdade
Da lealdade...
Tempo de lutas...
Conquistas
Vitórias
Vim de um tempo...
Que a saudade se fazia presente
Que o amor não era ausente
E os sonhos insistentes
Na vida de um adolescente!
*
Soraya
**
Beijos carinhosos de sempre

9 comentários:

  1. Dá saudade as vezes deste tempo...
    Muitas vezes eu gostaria que voltasse o tempo...Boas recordações.
    Adorei como sempre vc está de parabéns. Te amo, beijoooo

    ResponderExcluir
  2. Olá Soraya, grata pela tua visita.
    Deixei-te uma prendinha no Fotos-Fernanda.
    Beijinhos,
    Fernandinha

    ResponderExcluir
  3. Delicio-me com teu perfume
    Neste tempo de Natal
    ESpero sinceramente
    Que não leves a mal.

    Bjs e Boas Festas

    Raul

    ResponderExcluir
  4. FELIZ NATAL

    Muitas prendas no sapatinho, mas principalmente paz, amor e saúde.

    Bjs com amizade
    Luis

    ResponderExcluir
  5. Vc tem toda a razão Soraya, e disse-o através de um belo poema. Parabéns.

    Um Feliz Natal e um óptimo 2008, para vc e para a sua família.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  6. Um novo ano se inicia e é o momento de reavaliar o tempo vivido. Desfrutar o momento presente e presentear nossa alma com sonhos e planos para o futuro, que a luz divina conduza e ilumine seus passos. Que esta celebração tenha a presença daqueles a quem você quer bem, e quero convidar a ler um texto que postei hoje, pois só foi possível com sua ajuda, seu comentário, como vou ficar fora esses dias aproveito para desejar Feliz Natal, e faça com que, a cada dia, a gota do orvalho natalino pouse no seio do rio da sua vida criando as divinas ondas da esperança, do amor e de alegria. Tenha um Natal repleto de muita paz, saúde e luz, e que em 2008 possamos realizar todos nossos sonhos. Abraços fraternos do amigo.

    ResponderExcluir
  7. Oi menina! Belo poema!

    Desejo-lhes UM NATAL CHEIO DE PAZ!

    Bjs
    O Sibarita

    ResponderExcluir
  8. Acredito nesse amor puro Soraya, quando há sinceridade, cumplicidade e fidelidade, tenha certeza que esse amor existe.
    Lindo poema
    Bjos

    ResponderExcluir
  9. Estou presente! O tempo, o tmepo, o tempo,,, do amor, do que nos faz falta.

    Tarde, mas a tempo de desejar o melhor ano da sua vida... Que 2008 seja excelente e a quadra que se vive seja mesmo de amor e de união.
    Bj

    ResponderExcluir

Bem vindos ao blog Cheiro de Perfume.
Obrigada pela presença e pelos comentários aqui deixados.

Um grande beijo!