segunda-feira, dezembro 31, 2007

Retrospectiva...


Vivi, sorri, chorei...
Amei, amei e amei...
Intensamente
Incondicionalmente
E fui feliz
E cai ao poço
Amei com emoção
Com o coração
Fui palhaço
Subi no meu próprio picadeiro
Consegui fazer pessoas rirem
Consegui emocionar pessoas
Emocionei-me
Ri de mim mesma
E riram de mim
Ganhei amigos
Perdi amigos
Fui amiga
Reencontrei amigos
Que não via a mais de 20 anos
Senti saudades
Chorei pelas minhas perdas
Senti-me menina
E fui menina de fato
Vi-me muitas vezes bonita
Fui fiel
Companheira
Carinhosa
Verdadeira
Sonhei
E sonhei alto
E me fizeram sonhar
E acreditei no sonho
E acordei do sonho
Sabendo que não ia se realizar
Fui criança
Adolescente, e mulher...
Tentei mudar pessoas
E vi que não se pode mudar ninguém
São elas que mudam por si só
Enfim...
Foi um ano de perdas e ganhos
Sentei e vi a vida passar diante dos meus olhos
E nada fiz
Mas...
O Novo Ano será um Ano de renovações;
De paz, alegrias, reviravoltas...
Sonhos lindos e com certeza realizáveis
E tudo o que foi bom espero que se repita
Com mais intensidade
E aquilo que foi ruim, tiro de dentro de mim,
Coloco em uma caixa
E deixo lá pra sempre até virar pó
Que venha um grande amor
Que seja arrebatador
Sem medo de ser feliz
Sem medo da entrega
Sem traições
Com muita cumplicidade
Com muita fidelidade
Com muito amor pra dar
E que venha com sua asa
Porque como diz a história
“Somos todos anjos de uma só asa;
E só podemos voar se for abraçado uns aos outros”.
Que venha esse anjo
Pra voar junto a mim
Pro infinito onde não tem solidão
Pra lugares desconhecidos
E que me faça perder o juízo.
Voaremos juntos pra um lugar só nosso
Nas asas da imaginação!


S.A

**
Um feliz Ano Novo a todos!
*
Beijos carinhosos de sempre

quinta-feira, dezembro 27, 2007

Desejei Um Amor!

Não desejo ouro,
Não desejo prata
Não desejo tesouro.
Não desejo encontrar o pote no fim do arco-íris
Não desejo o infinito
Sempre desejei um Amor!
Verdadeiro
Sincero
Fiel
Carinhoso
Este seria o maior tesouro
Seria prata e ouro
Desejei beijar na chuva
Desejei rolar na grama
Desejei até sujar na lama
Correr e dançar na rua
Feito dois adolescentes
Livres como pássaros
Meio inconsequentes
Desejei fazer amor na lua
Desejei amar e ser amada
Acariciar e ser acariciada
Sim, desejei um verdadeiro Amor...
Um grande e doce Amor
Que durasse o tempo certo pra se tornar infinito
O momento da entrega...
Do encontro, do abraço do desejo...
Do afeto do beijo
Desejei um grande amor
Mas perdeu-se no tempo
No tempo em que os poetas se perdem
No tempo da nostalgia perdida
No tempo de ser
Perdeu-se entre as páginas de um livro
Que eu não consigo mais ler!
*
S.A
**
Beijos carinhosos de sempre

sexta-feira, dezembro 21, 2007

Tempo Do Amor!

Vim de um tempo...
Em que o amor parecia ser mais sincero
Onde as pessoas não diziam, Eu te Amo;
Mas os sentimentos existiam verdadeiramente
Os olhares eram trocados
A química batia em cima da roupa
Era o coração, que fazia festa.
Havia a troca, a cumplicidade no olhar,
Nas palavras, no pequeno gesto de amor...
O sol não ardia na pele nesse tempo
A chuva não doía no corpo quando molhado
E o céu era mais azul
E naquele tempo o sorriso era espontâneo
As mãos se pegavam, e esse toque já dizia tudo.
O tempo passava devagar, as horas pareciam ser eternas,
E o som do sino era como música aos ouvidos
Era um tempo de sonhos
De acreditar que o amor era pra sempre
Foi o tempo da verdade
Da lealdade...
Tempo de lutas...
Conquistas
Vitórias
Vim de um tempo...
Que a saudade se fazia presente
Que o amor não era ausente
E os sonhos insistentes
Na vida de um adolescente!
*
Soraya
**
Beijos carinhosos de sempre

quarta-feira, dezembro 19, 2007

Apenas Por Amor!

Amor, por amor!
Deixo-me levar, me deixo sentir,
Deixo-me tocar, me deixo sorrir,
Amor, apenas por amor!
Deixo-me sonhar, me deixo achar,
Deixo-me voar, me deixo amar,
Amor, por amor!
Jamais desistirei, jamais fugirei,
Serei a mão que afaga, a mão que acaricia,
Amor, por amor, apenas por amor!
Serei a paz dos seus dias!
Serei à noite de sua paz!
*
Soraya
**
Beijos carinhosos de sempre

sexta-feira, dezembro 14, 2007

17.12.2007 - Blogagem Coletiva Para Flavia!

RALOS DE PISCINAS – EXIJA FISCALIZAÇÃO!

Texto escrito pela mãe de Flavia.
Uma mãe guerreira que envém sofrendo
há quase 10 anos pela filha Flavia, e pela
lentidão da "justiça" no Brasil.

Copie o selo acima e participe da blogagem
coletiva programada para o dia 17.12.2007.
*
"Este blog existe, porque minha filha Flavia,
que em poucos dias completará 20 anos de idade,
está em coma vigil há quase 10 anos desde
que um acidente com RALO DE PISCINA
lhe interrompeu a infância saudável.
Este blog existe porque o acidente acontecido
com Flavia já havia acontecido com outras
crianças e continuou a acontecer,
no Brasil, em Portugal, nos Estados Unidos,
Na França, na Rússia...
E este blog existe porque apesar
da ação devastadora dos acidentes
causados por ralos de piscina,
locais e empresas responsáveis pela
venda, instalação e manutenção desses
ralos que compõem os sistemas
de sucção de piscinas, continuam indiferentes
à sorte das vítimas,
continuam na impunidade,
mesmo muitos anos depois
da ocorrência das tragédias.
É preciso urgência na fiscalização
da venda, instalação e manutenção
dos sistemas de sucção de piscinas.
É preciso punição exemplar para
quem cometeu ou venha a cometer
negligências com a segurança dos sistemas
de sucção de piscinas.
É preciso cobrar agilidade da justiça
na proteção das vítimas.
Como eu disse no post anterior,
sozinhos fica difícil, mas juntos, somos poderosos.
Por isso, peço a adesão de vocês
na blogagem coletiva que estará
acontecendo no próximo dia 17 de Dezembro,
para aumentar a visibilidade da
história de Flavia que é apenas um exemplo,
não só no Brasil mas no mundo,
da negligência, da impunidade e
do desrespeito aos direitos humanos de todos nós".

"EM TEMPO: A empresa fabricante do ralo de piscina que causou
o acidente que deixou Flavia em
coma irreversível e que até hoje não
foi condenada pela justiça brasileira a indenizar Flavia,
conforme venho mencionando em posts anteriores, é a
*
*
Muito obrigada.

Texto escrito por: Odele Souza, Mãe de Flavia.

terça-feira, dezembro 11, 2007

Berço da minha vida!

Formosa, sempre linda...
Cheia de encantos mil
Teus casarios, teu perfume...
Igrejas, e suas crenças.
Suas montanhas, seus caminhos...
Faz-me viajar no tempo
Em épocas da inocência
De namoros escondidos
Do medo da mula sem cabeça
Dos sonhos de menina
És grande em teu valor
És acolhedora e tem calor
Tem cheiro de incenso e flores
De sorvete e de amores
Minha pequena e amada cidade
Em sua simplicidade
És bela e majestosa
O berço da minha vida
Da minha infância querida
Da minha doce vida vivida!
Soraya
**
Beijos carinhosos de sempre

domingo, dezembro 09, 2007

Obrigado Senhor!

Escrevo coisas falando de amor
Escrevo sobre a lua, o mar, a flor!
Mas nada do que eu escrevo
Poderia ser feito, sem o amor...
Que tenho dentro de mim
Falo do amor por Deus
Falo da minha fé que tenho N’Ele
O meu refúgio, Aquele que me dá a mão;
Que me acompanha e ilumina meu coração
É Deus quem faz isso em minha vida
Que transforma meus caminhos
E me dá a certeza de que seguir é preciso
E toda vez que o sofrimento
Fez-se presente em minha vida
Em momento algum, minha fé se perdeu.
E eu estou aqui, Senhor meu Deus;
E vou estar sempre, enquanto me privilegiar com a vida...
E essa minha emoção de agora,
Vem daqui de dentro do meu coração
Dos sentimentos sinceros que aprendi com Você
E quando eu cair de novo,
Sei que estará presente no meu caminho
Levantando-me e de novo me dizendo
“Tenhas Fé, Eu Venci O Mundo”.
Obrigado Senhor, por ter ficado do meu lado;
Em todos os momentos de minha vida
Pois senti que enxugastes minhas lágrimas
Quando o vento tocou minha face!

Soraya
**
Beijos carinhosos de sempre

quinta-feira, dezembro 06, 2007

Sou Poeta...Sou Poema!

Sou poeta
Sou poema
Sou desejo de viver
Busco na lua
Minha inspiração de ser
Minha estrela preferida
Que me enche de temas,
Lemas e poemas.
Sinto o dom de escrever
Faz-me sentir uma menina mulher,
Entre um poema e outro.
Em rimas, prosas e versos,
Levo a vida por entre as letras,
Do A ao Z
Inspirada sempre na alma
De uma lua...
Seminua.
Que ilumina minhas noites
Faz-me escrever com o coração
Cheio de sonhos e emoção!
*
Soraya
**
Beijos carinhosos de sempre