quinta-feira, setembro 27, 2007

Um ano Cheio de Perfume!

Entrem...
Sentem...
Comemorem...
Faço 1 ano...
Ainda estou aprendendo
a escrever, a explorar
a crescer, a emocionar...
Sintam meu cheiro...
De flor...
De amor...
De perfume no ar...
Sim, comemoro
1 ano hoje,
Escrevi em dias que eu estava...
Triste...
Chorando...
Alegre...
Emocionada...
Feliz...
Mas escrevi...
Coisas que falavam...
Do coração
Da alma...
Do perdão...
Do sentimento mais puro...
O amor!
Não lhes vou oferecer
bolo, mas sim
uma rosa, a cada um
que passou aqui,
a cada pessoa, que
leu e apreciou esse cantinho.
Ele foi feito com dedicação,
e muito carinho!
(Soraya)
**
Beijos carinhosos de sempre.

terça-feira, setembro 25, 2007

Meus sonhos!

Sou do tamanho do meu sonho,
Do tamanho da minha imaginação
Invento cores, pássaros, flores
e até uma canção!
Fecho os olhos, divago e consigo
chegar até ao meu coração
Não são sonhos grandiloquente,
São sonhos impetuosos,
mas suave ao mesmo tempo.
Do tamanho da minha emoção
Que mesmo sendo ela grande,
repleta de desejos, e reação,
ainda assim, meus sonhos
só tem cheiro de paixão,
Meus devaneios vão além
do oceano, dos vales,
montanhas e picos.
Chegam onde ninguém
pode chegar, onde ninguém
pode alcançar!
(Soraya)
**
Beijos carinhosos de sempre!

quinta-feira, setembro 20, 2007

Sinto o amor.

Sinto o vento tocando
meu rosto, sinto vida
no vento, e posso
sentir nesse vento
sua mão a me tocar.
Sinto seu amor me corroer
a pele, minhas entranhas,
meu coração, e minha alma!
Esse amor eloquente que
me tira do chão, me faz
ser alguém sem rumo,
sem destino.
Não sabes o quanto
dói esse amor.
E não poderia doer,
mas, por ser tão grande,
tão imenso, me faz
sentir perdida.
Digo aqui agora,
que te aceito de volta
Porque pior do que
sentir a solidão, é não
ter você, é não
estar com você,
é não poder amar você!
Amo-te com toda
minha alma
e coração!

S.A
**
Beijos carinhosos de sempre.

segunda-feira, setembro 17, 2007

Amor!

O amor, é sublime
O amor não trai
O amor não mente
O amor não finge
Gosto de sentir...
O cheiro do amor
O gosto do amor
O aconchego do amor
Gosto de ser...
O riso suave do amor
O olhar carinhoso do amor
O gesto indomável do amor
Amor é juventude
Amor, sentimento nobre
somente um coração puro
para sentí-lo em sua total
plenitude!
(Soraya)
**
Beijos carinhosos de sempre.

sexta-feira, setembro 14, 2007

Fim de amor.

Fim de amor,
não deveria ser triste, teria que ser
alegre, feliz.
Lembrar só das coisas que fez bem,
do tempo gostoso,
das risada, dos carinhos
do beijo, do amasso
fora de compasso.
Do momento, do cansaço
descansado no abraço.
Fim de amor...
sem dor.
Seria bom se
fosse assim
só lembranças boas
no coração.
Lembranças dos
momentos que foram
vividos com muita
emoção

S.A®
**
Beijos carinhosos de sempre.

quarta-feira, setembro 12, 2007

Poema da Solidão!

Quem dirá algo dos meus sentimentos?
Quem avaliará meu coração?
Sou uma eterna solidão.
Diferente de tudo o que me acerca
Embora sendo efêmero,
Sou um rio que deságua no mar
Procurando o acalanto
Do mundo submerso
Do mundo inexistente
Que insiste na lembrança
Corroer minha memória
Minha longa e triste história
Que um dia será contado
Entre versos e prosas
Na mais louca sensação
De ter sido por certo
Uma doce ilusão.
(Soraya)
**
Beijos carinhosos de sempre.

terça-feira, setembro 11, 2007

Metade.

Metade (Oswaldo Montenegro)
*
Que a força do medo que tenho
não me impeça de ver o que anseio
que a morte de tudo em que acredito
não me tape os ouvidos e a boca
porque metade de mim é o que eu grito
mas a outra metade é silêncio.
Que a música que ouço ao longe
seja linda ainda que tristeza
que a mulher que amo seja pra sempre amada
mesmo que distante
porque metade de mim é partida
mas a outra metade é saudade.
Que as palavras que eu falo
não sejam ouvidas como prece e nem repetidas com
fervor
apenas respeitadas como a única coisa
que resta a um homem inundado de sentimentos
porque metade de mim é o que ouço
mas a outra metade é o que calo.
Que essa minha vontade de ir embora
se transforme na calma e na paz que eu mereço
e que essa tensão que me corrói por dentro
seja um dia recompensada
porque metade de mim é o que penso
mas a outra metade é um vulcão.
Que o medo da solidão se afaste
e que o convívio comigo mesmo se torne ao menos
suportável
que o espelho reflita em meu rosto num doce sorriso
que eu me lembro ter dado na infância
porque metade de mim é a lembrança do que fui
a outra metade não sei.
Que não seja preciso mais do que uma simples alegria
pra me fazer aquietar o espírito
e que o teu silêncio me fale cada vez mais
porque metade de mim é abrigo
mas a outra metade é cansaço.
Que a arte nos aponte uma resposta
mesmo que ela não saiba
e que ninguém a tente complicar
porque é preciso simplicidade pra fazê-la florescer
porque metade de mim é platéia
e a outra metade é canção.
E que a minha loucura seja perdoada
porque metade de mim é amor
e a outra metade também.

**
Quanto de mim há nessas palavras.
"Metade de mim é
amor, mas a outra metade também é".
Feliz daquele que consegue essa minha metade.
Ai! Essa letra, lindimais.
Recebi um slide de um amigo, com direito
a música, e lindas fotos.
Resolvi postar a letra.

**
Beijos carinhosos de sempre.

quarta-feira, setembro 05, 2007

Ouça seu coração!


Os homens têm medo de realizar seus
maiores sonhos porque acham
que não o merecem, ou não vão conseguir!
Mas o medo não é uma coisa concreta.
Ele está em seus corações!!
Os corações morrem de medo só
de pensar em amores
que partiram para sempre...
Em momentos que poderiam
ter sido bons e não foram...
Quando isso acontece, acabamos
sofrendo muito e o coração
tem medo de sofrer.
Mas o medo é pior que
o próprio sofrimento.
Nenhum coração jamais sofreu
quando foi em busca de seus sonhos,
porque cada momento de
busca é um momento de vida,
de energia, de encontro
com Deus e com a eternidade.
Então...
Ouça seu coração!
Ninguém consegue fugir dele.
Por isso, é melhor escutar o
que ele fala para que não venha
um golpe que você não espera,
porque você jamais vai
conseguir mantê-lo calado.
Mesmo que finja não escutar
o que ele diz, ele estará dentro
do seu peito, repetindo o que
pensa sobre a vida e o mundo...
O dia inteiro...
O tempo todo...
Ainda bem!
Por isso, ouça o seu coração!
*
Texto de Paulo Coelho
**
Beijos carinhosos de sempre.

terça-feira, setembro 04, 2007

Chuvas de minha vida.

Despertar, agonizar de querer,
Louco, por amar você,
Brisa de vida,
Sentir teus carinhos,
Seus cabelos molhados à tocar,
Lembrar da noite quente,
Dos beijos doces,
Das carícias a nos amar,
De estar em seu colo,
Abrandar-me em teu calor,
que estas a me esquentar,
Noite fria, chuva fina,
Noite como tantas outras a passar,
Que serás, apenas tormenta,
Em minha loucura, em noite
escura, a passar,
Tempestades, que serão apenas,
como outras chuvas de vida,
cheias de pleno amor,
No amanhã, acordar,
com sereno denso e frio,
Das gotas do orvalho,
de uma chuva fina, singela,
Que de tão bela, nessa noite me fez lembrar,
Que ainda sei e posso amar.
*
Autor: Ricardo Moreira.
**
Esse poema é de um amigo querido,
cheio de sonhos, e que um dia
vai concretizar um deles:
lançar seu livro, e que eu com certeza
serei uma das primeiras a ler.
**
Beijos carinhosos de sempre.

segunda-feira, setembro 03, 2007

Desejos!


Mãos que acariciam, que tocam, que desejam
que sonham, em ser tocado, amado,
reverenciado.
Sem pudor, nus, ausentes e tão presentes
no momento do êxtase, do doar, se dar
amar.
Olhos fechados, apenas o sentir,
o desejar, úmidos, molhados
de suor e prazer.
Corpos se misturam, gemidos, paladares,
prazeres do sim e do não.
Bocas se procuram, braços e amasso louco,
sem sentido, mas com todo
o sentido que o desejo possa ter.
Ela: sonhadora, fêmea atrevida.
Ele: ousado, destemido.
Amam-se, o amor se faz, e no instante
do prazer, gritos, cansaço,
os fazem sentir no silêncio a paz.
Adormecem, extasiados,
abraçados em paz com mundo.

(Soraya)
**
Beijos carinhosos de sempre.

sábado, setembro 01, 2007

Ser Feliz.


Ser feliz é reconhecer que vale a
pena viver a vida, apesar de
todos os desafios, incompreensões
e períodos de crise.
Ser feliz não é uma fatalidade
do destino, mas uma conquista
de quem sabe viajar para
dentro do seu próprio ser.
Ser feliz é deixar de ser vítima
dos problemas e se tornar um autor
da própria história.
É atravessar desertos fora de si,
mas ser capaz de encontrar
um oásis no recôndito da sua alma
e agradecer a cada manhã
pelo milagre da vida.
Ser feliz é não ter medo dos
próprios sentimentos.
É saber falar de si mesmo.
É ter coragem para ouvir um "não".
É ter segurança para receber
uma crítica, mesmo que injusta.
Ser feliz é deixar viver a criança livre,
alegre e simples que mora dentro
de cada um de nós.
É ter maturidade para falar "eu errei"
.É ter ousadia para dizer "me perdoe".
É ter sensibilidade para expressar
"eu preciso de você".
É ter capacidade de dizer "eu te amo".
Desejo que a vida se torne um
canteiro de oportunidades
para você ser feliz...
E, quando você errar o caminho,
recomece tudo de novo,
pois assim você será cada
vez mais apaixonado pela vida.
E descobrirá que...
Ser feliz não é ter uma vida perfeita.
Mas usar as lágrimas para
irrigar a tolerância.
Usar as perdas para refinar a paciência.
Usar as falhas para esculpir a serenidade.
Usar os obstáculos para
abrir as janelas da inteligência.
Jamais desista de si mesmo!!!
Jamais desista das
pessoas que você ama.
Jamais desista de ser feliz,
pois a vida é um espetáculo imperdível.
E você é um ser humano especial!
(Autor desconhecido)
**
Beijos carinhosos de sempre.