quarta-feira, janeiro 31, 2007

Ninguém te amou assim.


Ninguém Te Amou Assim

*
Gerson Cardozo

Se você quer brincar, posso ser a chuva,
Molhando os teus cabelos, sentir teu coração, sentir o
teu apelo,
E se quiser amar, vou ser teu namorado,
E se quiser chover, faço em papel marchê, um céu
enluarado,
Invento um mundo só pra gente, tudo diferente, nosso
paraíso,
Vento que ventou saudade, trás felicidade, meu
primeiro amor.
Ninguém te amou assim, do jeito que eu te amo,
Cuida do que é teu, no fundo eu sei que eu, sou parte
dos teus planos
Ninguém te amou assim, do jeito que eu te amo,
Não deixa eu te deixar, não dá pra separar o azul do
Oceano.
Se você quer brincar, posso ser a chuva,
Molhando os teus cabelos, sentir teu coração, sentir o
teu apelo,
E se quiser amar, vou ser teu namorado,
E se quiser chover, faço em papel marchê, um céu
enluarado,
Invento um mundo só pra gente, tudo diferente, nosso
paraíso,
Vento que ventou saudade, trás felicidade, meu
primeiro amor.
Ninguém te amou assim, do jeito que eu te amo,
Cuida do que é teu, no fundo eu sei que eu, sou parte
dos teus planos
Ninguém te amou assim, do jeito que eu te amo,
Não deixa eu te deixar, não dá pra separar o azul do
Oceano.
**
Não dá pra separar, eu de você,
e nem você de mim...
**
Beijos carinhosos de sempre!

Um comentário:

  1. Fui lá, mas não deu certo, risos
    Beijos Juan

    ResponderExcluir

Bem vindos ao blog Cheiro de Perfume.
Obrigada pela presença e pelos comentários aqui deixados.

Um grande beijo!