quinta-feira, dezembro 21, 2006

Medo de Quê.

MEDO DE QUÊ
O medo era meu companheiro constante, eu vivia com medo de perder
o que tinha ou de não conseguir o que queria ter.
E se meus cabelos caírem?
E se eu não conseguir comprar a casa que eu quero?
E se eu engordar, ficar flácido e deixar de ser atraente?
E se eu tiver uma deficiência física e não puder jogar bola com o meu filho?
E se eu ficar velho, frágil e não tiver nada a oferecer aos que me rodeiam?
Mas a vida ensina a quem quer aprender e hoje eu sei.
Se meus cabelos caírem, vou ser o careca mais simpático e agradecer
pelas idéias que a minha cabeça produzir, apesar da falta de cabelo.
Não é a casa que faz alguém feliz, um coração infeliz não se sente
melhor em nenhuma casa, mas um coração
em paz torna qualquer casa feliz.
Se eu dedicar mais tempo a me desenvolver emocional, mental e
espiritualmente, em vez de só me preocupar com o físico,
vou me sentir cada vez mais atraente.
Se uma deficiência física me impedir de ensinar meu filho
a encestar uma bola, vai me sobrar tempo para ensinar-lhe a
resolver os problemas da vida,
o que é um aprendizado muito mais útil.
E se a idade for me roubando as forças, a agilidade mental
e a resistência física, posso oferecer aos que conviverem
comigo a forçadas minhas convicções, a profundidade do meu amor
e a solidez espiritual de uma alma cuidadosamente esculpida
pelas arestas de uma longa vida.
Se o destino me trouxer perdas e desilusões,
vou enfrentar os desafios com dignidade e determinação,
porque são muitas as dádivas de Deus e posso substtituir
cada dádiva perdida por outras dez que eu nunca
perceberia se a vida sempre fosse um mar-de-rosas.
Quando eu não puder mais dançar, vou cantar com alegria,
quando não tiver mais forças para cantar,
vou ouvir as músicas de que mais gosto.
Quando minha respiração for apenas um sopro,
vou pensar nos meus entes queridos e meu coração
vai se aquecer de amor.
E quando a luz mais brilhante se aproximar,
vou rezar em silêncio e entrar nela.
Então terá chegado a hora de ir ao encontro de Deus
e vou ter medo de quê???
**
"Na vida, não existe nada a temer, mas a entender."
**
autor : David L. Weatherford
**
Lindo texto, um amigo deixou como comentário, e eu postei
aqui, acho que ele não vai se chatear por isso....(rs).
São nessas palavras que eu preciso me apegar, e passar elas
para minha vida, para que o medo se vá para sempre.
**
Beijos carinhosos!!!

Um comentário:

  1. Linda !
    Feliz em receber a dádiva de poder visitar esse seu espaço coração.
    Do meu coração sai um raio de luz potente, cheio de energia, saúde, muita alegrias, amor e tudo, tudo q vc mais necessita nesse seu momento de vida.
    Fell Good !!!
    Bju amoroso Fabi

    ResponderExcluir

Bem vindos ao blog Cheiro de Perfume.
Obrigada pela presença e pelos comentários aqui deixados.

Um grande beijo!